Ideias e liberdade


    A ordem global e a verdade por trás do aborto

    Compartilhe
    avatar
    Conhyrad

    Mensagens : 40
    Data de inscrição : 29/10/2013
    Localização : Rio de Janeiro

    A ordem global e a verdade por trás do aborto

    Mensagem por Conhyrad em Qua Nov 20, 2013 4:59 pm

    Como vimos nos artigos que compartilhei hoje mais cedo sobre a "superpopulação" (http://coalizao.livreforum.com/t14-o-mito-da-superpopulacao#37) e o aborto (http://coalizao.livreforum.com/t15-a-quem-interessa-o-aborto#38), tudo isso não passa de mito e engenharia social buscando, através do medo da "possível"(na verdade bem improvável) falta de comida no mundo para tanta gente, e também dos interesses "feministas", a diminuição da população mundial, com o simples intuito de facilitar a manipulação da massa amórfica com o objetivo de, no futuro, implantar um governo mundial, sediado pela ONU.

    Mas, por que eles querem diminuir o número de pessoas no mundo? Não seria melhor terem o máximo de pessoas possíveis gerando riquezas?

    A manipulação é, com certeza, mais facilmente praticada se o público-alvo tem o menor tamanho possível, já que é mais fácil e eficaz manipular, "eficientemente", 5 pessoas do que 500. E, respondendo a segunda pergunta, é mais útil para a elite globalista, que já controla todos os meios de comunicação e absolutamente todos os sistemas bancários do planeta, ter 5 pessoas fazendo exatamente tudo que a elite quer, do que 500 pessoas fora do controle deles.

    A fundação Rockefeller atualmente controla todos os meios de comunicação, e foram eles que criaram os movimentos de liberação da mulher, que defendem, entre algumas coisas, o aborto. E há duas razões principais para a elite bancar a liberação da mulher: uma delas é que não poderiam taxar metade da população antes da liberação da mulher, que antes era considerada 1 pessoa juntamente com o marido; e a segunda razão era que agora temos as crianças nas escolas em idade mais jovem capacitando doutrinar as crianças a aceitar o estado como família primária; a escola e as autoridades como família, não os pais das crianças. Essas são as razões principais para a liberação da mulher.

    Tudo o que parece ter uma causa nobre deve ser investigado a fundo porque, geralmente (não são todos os casos), há segundas intenções por trás delas, como aqui, onde querem fazer com que as crianças desde cedo aceitem uma dependência do Estado-pai, e destruirem as fundações das famílias e dos valores familiares tradicionais.

    Todos os métodos pedagógicos que estão sendo aplicados por molde da ONU em praticamente o mundo todo não tem como foco o aprendizado, é tudo engenharia comportamental, pra criar o cidadãozinho bem comportadinho e politicamente correto da Nova Ordem Mundial .

      Data/hora atual: Ter Jun 19, 2018 4:45 pm